Serviços de Arquitetura e Engenharia

Serviços de arquitetura e engenharia são fundamentais em construções novas ou reformas. Primeiramente é preciso deixar claro que trabalhos menores podem ser realizados sem a ajuda de profissionais e de modo artesanal. Mas toma-se a instalação de um quadro na parede como exemplo. É possível bater um prego com qualquer objeto sólido, mas é muito mais prático usar um martelo. Entretanto, o uso de ferramentas adequadas refletem em ganho de tempo, qualidade, bem como a possível redução de custos. Arquitetos devem ser enxergados como ferramentas úteis a serem utilizadas no planejamento de espaços. Sem eles é possível tirar as idéias da cabeça e colocá-as em prática, mas a médio e longo prazo as técnicas apresentadas pelos profissionais podem fazer toda a diferença.

Veja uma lista de escopo de projetos de arquitetura e engenharia.

Confira aqui os itens que fazem parte de uma construção nova e reforma.

Quais são os tipos de serviço oferecidos por arquitetos e engenheiros?

Por mais que pareça estranho à primeira audição, serviços de arquitetura e engenharia são tão ou mais diversificados que o de médicos. Os tipos de trabalho também são divididos por especialidades. O mais procurado é o arquiteto de interiores, também chamado de designer de interiores ou decorador. Há profissionais de projeto de edificações, que desenham casas, prédios, lojas, fábricas, escolas, restaurantes, estádios, escritórios, hotéis, academias e até praças de pedágio. Nestes dois tipos existem os profissionais artísticos, chamados comumente de starchitects, que vendem seu estilo e ponto de vista como obra de arte. Arquitetos também desenham móveis bem como peças artísticas e objetos de consumo. Ainda há aqueles que trabalham com avaliação de imóveis, perícia ou mesmo corretagem. Outro tipo de trabalho que consta entre os serviços de arquitetura e engenharia são os projetos complementares. Concluindo, não pode se esquecer de paisagistas, orçamentistas, planejadores urbanos e gerentes de projetos, entre diversos outros. Cozinha de apartamento com decoração em estilo industrial

Arquitetos podem fazer projetos de estrutura, elétrica e hidráulica, entre outros?

Sim. Arquitetos são sim habilitados a produzir projetos complementares como os de estruturas, elétrica e hidráulica. A Lei Federal 5.194 de 1966 descreve que o profissional pode atuar nas áreas em que obteve habilitação. Portanto pode realizar trabalhos que estiverem descritos em seu histórico acadêmico. Porém se o escritório ou profissional liberal sentir sem condições de oferecer trabalhos do tipo, pode sempre fazer parcerias. Mas, independente se o contratado for arquiteto ou engenheiro, o importante é ter consciência da importância dos projetos de estrutura, elétrica e hidráulica para uma edificação sadia durante o seu ciclo de vida. Afinal todo mundo ganha no final, especialmente o cliente.

Devo contratar os projetos complementares?

Preferencialmente. Pode se comparar a contratação destes projetos específicos à compra de um carro. Quando se compra um carro ninguém pergunta se vem com rodas ou volantes porque é óbvio que são itens inclusos. Em comparação com projeto de arquitetura, afirma-se que a contratação destes trabalho jamais deveria ser opcional, porque eles funcionam como a roda e o volante de um veículo. Projetos do tipo servem não só para planejar e orientar os trabalhos de construção e reforma, como também para quantificar e orçar a obra, ajudando a manter o controle dos investimentos. Além disso, são essenciais no momento em que atualizações ou manutenção se fazem necessárias. Um exemplo disso se nota ao furar paredes para instalar novos armários sem saber onde passam os canos de água ou fios. Outros projetos que agregam valor, porém não necessários para o uso funcional da edificação (automação, aspiração, paisagismo, interiores, especiais, entre diversos outros) podem ser considerados opcionais, existindo como itens a mais que o arquiteto pode oferecer. Por mais que não sejam fundamentais para o uso da propriedade são úteis na orçamentação de implantação ou durante reformas.
planta de projeto de hidráulica

Quanto custa contratar um arquiteto ou engenheiro?

Um projeto de arquitetura custa entre 11,8% e 3,6% do valor da obra. O valor investido na contratação de serviços de arquitetura e engenharia irá variar de acordo com diversos aspectos da edificação. Geralmente estão ligados ao tempo estimado que o profissional ou escritório irá disponibilizar para o desenvolvimento do projeto. A complexidade da edificação é um dois primeiros itens a ser considerado portanto a utilização da propriedade é o principal elemento de cálculo. Isso porque trabalhos mais simples demandam menos tempo no desenvolvimento de soluções e posterior desenho. Por isso é que desenhar fábricas, galpões e oficinas é bem mais barato que uma estação de metrô. Esse exemplo também serve para comparar o porque existe um valor determinado para o padrão da propriedade. Outro fator de cálculo é a quantidade de repetição de espaços. Um projeto de vila deverá ter porcentagem de investimento menor que o de uma residência unifamiliar, por exemplo. O mesmo serve para prédios de apartamentos com mais de uma torre. A POKT desenvolveu uma calculadora online que calcula honorários de arquitetos e engenheiros. Também estima o valor de investimento em construção em qualquer propriedade no Brasil.

O que observar no contrato com um arquiteto ou engenheiro?

Primeiramente sugerimos conferir a lista que desenvolvemos com os elementos mínimos contidos em projetos de arquitetura e engenharia. Entre os problemas observados em contratações de arquitetos e engenheiros está a falta de definição do conteúdo dos projetos ofertados. A confusão que isso pode gerar não se limita à expectativa sobre o que foi contratado entre as duas partes. A própria organização dos serviços fica comprometida, bem como a percepção do valor do trabalho realizado. Entre os exemplos usados para ilustrar essa situação está o escopo de um projeto executivo. Muitos arquitetos não tem ciência de que esta etapa de projeto deve contemplar muito mais do que cotas e indicações de acabamentos. Um projeto executivo bem elaborado contempla todo e qualquer elemento relacionado à execução da obra. Isto inclui os projetos de elétrica, hidráulica, bem como os de fundação e estruturas. O valor do projeto executivo é sempre mais elevado, o que por vezes causa estranhamento. Por isso é indicada a consulta de tabelas que indicam como calcular valores de honorários. Em tempo, a POKT Design+Arquitetura e o StudioMEP são empresas que desenvolvem projetos executivos em BIM.